13 de jul de 2017

Ato cobra nomeação de Orientadores Educacionais

Jairo Mendonça, diretor do SINPRO/DF, cobrou celeridade do GDF  nas nomeações dos(as) candidatos(as) aprovados(as) no concurso Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Jairo Mendonça, diretor do SINPRO/DF, cobrou celeridade do GDF
nas nomeações dos(as) candidatos(as) aprovados(as) no concurso
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Orientadoras e Orientadores Educacionais realizaram Ato Político para cobrar do GDF a nomeação de candidatos aprovados em concurso

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Candidatos aprovados no concurso público para o cargo de Pedagogo-Orientador Educacional, em 2014, da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), realizaram um Ato Político na tarde desta quinta-feira (13) no Setor Bancário Norte, em frente a sede da SEEDF.

Mais de 1000 candidatos foram aprovados no concurso em 2014, entretanto, o desprezo que o GDF nutre também pela Educação, fez com que o governo só nomeasse apenas 6 candidatos desde então.

Segundo o Sindicato dos Professores no Distrito Federal, SINPRO/DF, a rede pública de ensino do Distrito Federal necessita de, pelo menos, 500 desses profissionais, para que se possa ter uma Educação com qualidade.
Orientadores(as) exigem a imediata nomeação dos(as)
candidatos(as) aprovados(as) no concurso de 2014
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho

Representantes da comissão de candidatos aprovados no concurso cobraram também que o governo respeite a ordem cronológica da lista dos candidatos aprovados no concurso e nomeie, primeiramente, os candidatos aprovados no concurso de 2014.

Uma comissão formada por diretores do SINPRO/DF e por representantes dos candidatos aprovados, foi recebida pelo secretário de Educação Júlio Gregório Filho, com o propósito de cobrar que essas nomeações sejam feitas imediatamente.

Após a reunião com o secretário de Educação, a comissão retornou ao Ato e informou que , segundo informou o governo, as nomeações não foram feitas porque existe uma exigência legal para que seja especificado quem o candidato nomeado irá substituir.

A comissão informou ainda que o secretário de Educação afirmou que, tão logo as exigências legais sejam cumpridas, o GDF vai nomear 40 candidatos este ano e 40 candidatos em 2018 o que, para a diretoria colegiada do SINPRO/DF, está muito aquém da necessidade do setor.

O Ato terminou com um escracho ao secretário de Educação. Foi cantado "parabéns pra você" e um bolo foi servido aos participantes.
O bolo que "comemorou" os 2 anos sem nomeações
dos(as) aprovados(as) no concurso de 2014
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho

Postar um comentário